Breves Notas Outubro 22



Breves Notas:

Lua-Cheia 9 Outubro 2022 20:54:47 GMT


Acentuações: Plenilúnio com o Sol em conjunção com Vénus em Balança em oposição à Lua e Quíron em Carneiro.


O momento é para consciencializar todo o tipo de relacionamentos a dois, quais os valores de partilha, os interesses mútuos e as afinidades em comum. Este é domínio da Balança, em que um mais um são mais que dois! O equilíbrio, a harmonia e a diplomacia são partes integrantes deste signo, mas numa Lua-Cheia o signo oposto e complementar de Áries tem que ser compreendido e integrado nesta equação. Ora Carneiro fala-nos de autonomia, iniciativa, e desejo e experiência individual em primeiro plano. Estes dois aspetos do ser são os dois lados da moeda, em que o eu e o outro são partes integrantes do par relacional, e qualquer desequilíbrio neste par de opostos trará à tona as feridas e as sombras herdadas de todas as memórias relacionais que ficaram por resolver dada a presença e a acentuação de Quíron nesta equação.

Quíron, o mais sábio dos Centauros traz-nos a memória da ferida ao mesmo tempo que cria a oportunidade da sua cura, e Quíron em Carneiro fala-nos de impulsos precipitados e atitudes egocêntricas, ademais em conjunção com a Lua, fala-nos de uma acentuação bélica ou egocêntrica que provoca dores emocionais no próprio e em todas as formas relacionais.

Com isto, lembremo-nos das palavras do mestre, o avatar da Era de Peixes: “não faças ao outro o que não queres que façam a vós, e amai o outro como a ti mesmo”. Com este enunciado Cristo fechou a Era de Carneiro e introduziu um novo paradigma para a Era de Peixes.

A dinâmica e a compreensão dos relacionamentos, nomeadamente nas parelhas singulares é essencial para o estabelecimento das relações cordiais e de amizade na construção da Era de Aquário, porque o que fizeres ao outro estarás sempre a fazer a ti mesmo, e isto é tão certo seja ao nível relacional a dois, em grupo, em associações ou na política entre países. O reconhecimento e o respeito pelo outro é um assunto da Balança e do seu apurado sentido de justiça.

Como a lunação está em aspeto de trígono e sextil a Saturno, mais este foco de justiça e rigor se encontra acentuado em todos os tipos de relações bilaterais.

Todo o tipo de desequilíbrios, e projeções de sombras relacionais não farão mais que exacerbar a memória da incompletude e das feridas quiróticas ainda por resolver.

Deixo-vos aqui o meu lema para este plenilúnio: amar o próximo em liberdade e reconhecer a relação do eu e do outro dentro de cada um de nós.

Bons encontros relacionais


Luís Resina 9-10-22








Secções