top of page

Eclipse Solar Total - Breves Notas



Após algum tempo de retiro, aqui estou eu novamente para vos transcrever umas linhas sobre este eclipse do dia de hoje.


Breves notas: Lua Nova e Eclipse Total – 8 Abril às 19h17 de Lisboa, hora local.


Em termos técnicos temos uma conjunção de 5 planetas por signo em Carneiro mais o Nó Lunar Norte da Lua. Este é um eclipse Total do Sol no Nó Norte a 19º de Áries. O mais incrível é que temos uma conjunção tripla no mesmo grau do Sol/Lua com Quíron, o curador ferido!

O grau do Sol anuncia nascimentos e renascimentos, não fosse esta a fase da Páscoa e dos Eclipses. O último foi o lunar na Lua-Cheia de Áries-Balança.

Um eclipse do Sol no Nó lunar norte indica a necessidade de abrirmos novos caminhos, olhando para o futuro como um manancial de novas possibilidades. Claro que a sombra da Lua percorrendo a Terra e ocultando o Sol trás à tona temores e memórias do passado não integradas. A conjunção com Quíron acorda feridas, mas também a possibilidade de enfrentá-las e curá-las saindo do jogo do desejo egocêntrico, para encontrar soluções criativas a partir do regente esotérico Mercúrio regente do plano mental superior deste signo. Assim, os regentes desta lunação são Marte em Peixes em conjunção com Saturno e Mercúrio retrógrado em Áries caminhando para a conjunção com Quíron e com o Sol.

Marte em Peixes em conjunção com Saturno coloca em relevo todo o tipo de questões humanitárias e todo o lado desumano presente nas guerras com todos os seus erros e jogos de poder e estratégia.  

Mercúrio retrógrado na sua fase decrescente implica uma revisão do nosso modo de pensar e de avaliar as situações, neste período devemos aprender com os erros e preparar-nos para um novo ciclo (processamento, comunicação e Identidade) que irá chegar quando o Mercúrio se unir com o Sol no mesmo grau, aquilo que os antigos chamavam de Mercúrio Cazimi.

A cura emocional também estará na ordem do dia com a conjunção da Lua com Quíron, temos a aproximação de Vénus ao Nó Norte indicando a necessidade de sermos diretos com os outros e honestos connosco próprios.


Esta enfase de conjunções nos signos de Peixes, de Carneiro e Touro indicam a simultaneidade de vários ciclos, uns a fecharem-se e outros a abrirem-se. Além disso, a concentração de energia planetária é notória, todos os astros encontram-se num angulo máximo de 110 graus.

Voltando a este poderoso eclipse cujos efeitos irão perdurar pelo menos até Outubro, temos o seguinte lema: para o homem comum a frase relacionada com o regente de Marte em Áries diz-nos, “Que a forma seja procurada novamente”

Para quem se consegue conectar ao nível da alma em Áries, a frase afirma: “Eu avanço e a partir do mental superior eu governo” regência esotérica de Mercúrio em Áries.


Nesta fase até à Lua-Cheia do dia 23 no eixo Touro-Escorpião, temos ainda a conjunção exata de Júpiter com Úrano em Touro que será matéria de algumas palestras dadas por astrólogos da Escola Trígono de Fogo no dia 20 de Abril, (inscrições no site) a última conjunção destes planetas neste signo deu-se durante Abril/Maio de 1941 em plena segunda guerra mundial.

Não será a mesma coisa, mas passado estes anos todos, ainda sentimos esta energia bélica do lado mais básico do carneiro, no seu lado mais instintivo e menos trabalhado do ser humano. Possamos hoje a partir do mental superior, ser agora pioneiros de um novo caminho a trilhar com uma boa parte da humanidade.


Luís Resina Lx, 8-4-24

 

 

 

 

 

Comentarios


Secções
bottom of page